ATÉ QUANDO VAMOS ACOMPANHAR ESTES ABUSOS..........

QUEREMOS PAZ NAS FREQUÊNCIAS DE RADIO..... E DIRETO DE USO, SEM INTERFERÊNCIAS, SEM CLANDESTINOS, SEM ABUSOS.................

Durante este final de semana acompanhei algumas discussões a respeito de um assunto que muito tem-se falado, mas, tem sido tomada poucas atitudes. Muitas das pessoas que compram um equipamento de radiocomunicação sequer sabem bem pra que e como funciona.
O que eu acompanhei foi um bate boca entre "Jipeiros", que estavam usando a freqüência de 147.590 Mhz em FM, que quando lhes foi solicitado a identificação de radioamador, por um radioamador que não conseguia fazer seu contato com outro radioamador, foi devidamente ofendido e desacatado pelo grupo que, como todo mundo sabe, foi lhe dito que o mesmo não era dono da frequencia, entre outras coisas, que não vale a pena mencionar. Quando o radioamador, solicitou aos "Jipeiros" que fizessem QSY, para fora da faixa autorizada para radioamador pois os mesmos eram clandestinos e não tinham autorização para uso nem da faixa e nem de equipamento de radiocomunicação. Ai vocês podem imaginar aonde a coisa foi parar.
E isto não ocorre só com os "jipeiros", assim como não quero generalizar, pois tenho muitos amigos Jipeiros, devidamente prefixados e são radioamadores da mais alta qualidade.
E esta semana recebi de um amigo um email, e com intuito de contribuir, repasso para conhecimento dos amigos, sendo que por vezes estamos nas QRG's e somos solicitados por pessoas sem prefixo ou seja, clandestino, o radioamador prefixado que favorece a clandestinidade ou seja mantenha QSO via rádio com pessoa sem prefixo é crime também e pode perder o prefixo. Textos da Lei 9.472.

Das Sanções Penais LEI 9.472

Art. 183. Desenvolver clandestinamente atividades de telecomunicação:
Pena - detenção de dois a quatro anos, aumentada da metade se houver dano a terceiro, e multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais).

Parágrafo único. Incorre na mesma pena quem, direta ou indiretamente, concorrer para o crime.
Art. 184. São efeitos da condenação penal transitada em julgado:
I - tornar certa a obrigação de indenizar o dano causado pelo crime;
II - a perda, em favor da Agência, ressalvado o direito do lesado ou de terceiros de boa-fé, dos bens empregados na atividade clandestina, sem prejuízo de sua apreensão cautelar.

Parágrafo único. Considera-se clandestina a atividade desenvolvida sem a competente concessão, permissão ou autorização de serviço, de uso de radiofreqüência e de exploração de satélite.

Importante esclarecer que, manter QSO é uma coisa, informar e orientar é outra coisa
Portanto se alguém tem dúvidas, descrevo abaixo como resolver o "problema", 


Como ser Radioamador?
Antes de Saber como ser um radioamador você precisa saber o que é radioamadorirmo.
O Serviço de Radioamador é um serviço de radiocomunicações, realizado por pessoas autorizadas, que se interessem pela radiotécnica, sem fins lucrativos, tendo por objetivo a intercomunicação, a instrução pessoal e os estudos técnicos, sendo vetado a utilização para outros fins.
Para a instalação de uma estação de Radioamador, seu titular deve previamente tornar-se um Radioamador.
Para tanto, deve observar o disposto na legislação.
Esse serviço está vinculado à Superintendência de Serviços Privados e consequentemente à Gerência de Serviços Privados.

Como posso tornar-me um Radioamador?
Para tornar-se um Radioamador é necessário a autorização, que depende da prévia verificação da capacidade operacional e técnica do interessado, mediante exames aplicados.
De acordo com habilitação técnica e operacional demonstrada, o radioamador é incluído nas classes: 
Classe A - acesso restrito ao radioamador classe "B", após decorrido um ano da data de expedição do certificado COER - Certificado de Operador de Estação de Radioamador na classe "B" 
Classe B - menores de 18 anos, após terem decorrido dois anos da data de expedição do COER - Certificado de Operador de Estação de Radioamador classe "C" ou maiores de 18 anos, em qualquer hipótese; 
Classe C - maiores de 10 anos, aprovados nos testes de Técnica e Ética Operacional e Legislação de Telecomunicações.

Quem poderá obter a autorização para ser Radioamador?
Brasileiros, maiores de 10 anos, cabendo aos respectivos pais ou tutores a responsabilidade por atos ou omissões; A portugueses, que tenham obtido o reconhecimento da igualdade de direitos e deveres para com brasileiros; 
A radioamadores estrangeiros, nas condições estabelecidas em acordos de reciprocidade de tratamento; A radioamadores estrangeiros, funcionários de organismos internacionais, dos quais o Governo Brasileiro participe, desde que estejam prestando serviço no Brasil.

Quais as normas e regulamentos referentes ao Serviço de Radioamador? E como faço para obtê-las?
As informações podem ser encontradas na página específica da Anatel.

Existe alguma exigência para o Serviço de Radioamador?
Para o Serviço de Radioamador é necessária a realização de testes e avaliação da capacidade operacional e técnica para operação da estação, devendo o candidato procurar as Diretorias do LABRE (Liga Brasileira de Radioamadores), nas capitais dos Estados, ou nos Escritórios/Unidades Operacionais da Anatel.

Como e quando posso fazer exame para o Serviço de Radioamador?
Para fazer exame de Radioamador, o interessado deve procurar as Diretorias do LABRE (Liga Brasileira de Radioamadores), nas capitais dos Estados, ou nos Escritórios/Unidades Operacionais da ANATEL, para verificar o calendário anual de realização de testes para obtenção do Certificado de Operador de Estação de Radioamador - COER.

Qual a despesa que tenho para tornar-me um Radioamador?
Para obtenção do Certificado de Operador de Estação de Radioamador - COER não existe qualquer despesa.
Para obtenção da licença para funcionamento da Estação de Radioamador, deverá ser comprovado o recolhimento de:
  • R$ 33,52 para cada estação fixa;
  • R$ 33,52 para cada estação repetidora;
  • R$ 26,83 para cada estação móvel.
Além dos valores mencionados, deverão ser pagos os encargos referente à execução do serviço e pelo direito do uso da radiofreqüência (art. 48 da Lei nº 9.472/97 ; Lei Geral das Telecomunicações).
  
Sobre os Exames:

Os exames organizados pela LABRE-SP, dados custos operacionais e sob autorização do Termo de Cooperação LABRE e ANATEL, terão custo de taxa de inscrição.
  • R$ 5,00 para Associados
  • R$ 13,00 para não Associados.

As inscrições poderão ser realizadas através da LABRE-SP ou através do site da ANATEL até 5 dias antes da realização da prova de ingresso ou promoção de classe.
Nos dias das provas organizadas pela LABRE-SP, somente serão autorizados a realizarem as provas os candidatos que estiverem, portando:
  • Documento de Identidade (RG) original ou cópia autenticada
  • CPF, original ou cópia autenticada
  • Comprovante de pagamento da taxa de inscrição
  • Se a inscrição for via site, protocolo de inscrição


Deverá o candidato chegar ao local da prova com 1 hora de antecedência
Todo material necessário para a prova da classe C você pode encontrar na guia lateral do nosso blog.


Informações sobre os exames em: Acesse no menu o botão link para o site da labre ou na
Rua Dr. Miguel Vieira Ferreira, 345-A, Tatuapé
CEP: 03071-080 São Paulo - SP
Tel.: (11) 6193-9888 Fax: (11) 2294-1047

POSTAGENS POPUPARES

POSIÇÕES APRS - APRS.FI

.

Resumo para o "Solar-Terrestrial Data"

Variações no campo magnético da Terra são medidos por magnetômetros.
Dois índices são calculados:
Índice K - Faixa de 0 a 9, 0 é calma
Índice A - Usa a média das 8 leituras do índice K, Faixa de 0-400
Geralmente um Índice A igual ou inferior a 15 ou um índice K igual ou inferior a 3 é o melhor para a propagação HF.
Elevados índices A e K reduzem as MUFs, mas ocasionalmente MUFs em baixas latitudes podem aumentar quando os índices A e K são elevados.
Veja no quadro acima, tanto os dados relativos a data de hoje (UTC), quanto a faixa de variação dos índices K e A:

ESTAÇÕES QRP

Loading...

VIDEOS SOBRE APRS

Loading...

Total de visualizações de página

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Gostou? Divulgue o GRAJU!